@victorcollor no Instagram


VC_-20102014_65A6854VC_-20102014_65A6856VC_-20102014_65A6853 VC_-20102014_65A6849 VC_-20102014_65A6847

 

Blue, blue!

Fotos: @victorcollor

Ah o Baile da Vogue… sempre uma diversão, não é mesmo?

Todo ano é a mesma coisa. Uma turma fica esperando e ansiosa para ver se será ou não convidado para o baile mais disputado da cidade onde, na minha opinião, é diversão garantida e vocês vão entender o por que.
Primeiramente as mulheres… o que são as mulheres bem vestidas, maquiadas e produzidas como se aquela noite fosse a última de suas vidas? Todas elas inventam, colocam máscaras, vestidos longos, produções e mais produções que no fim dão um baile nos homens que em sua maioria sequer tem um smoking para chamar de seu e acaba alugando para a ocasião… o resultado? Um smoking alugado, né?
Agregado a tudo isso tem o calor do verão e do Carnaval que só o Brasil tem… todo mundo no clima de bagunça, de ter o “alvará” de ser quem você é, mulherada fica mais a vontade para se divertir de verdade, menos julgamentos e “taxações”, época que têm início a partir do fim do Carnaval até o fim do ano em dezembro, onde começa tudo de novo, o sol reina e o verão é quem manda.

Esse ano fui a convite da querida Alicinha Cavalcanti – muito muito obrigado pelo carinho de sempre, e aproveitei a ocasião para ter uma experiência com o Whisky Chivas 18 anos que estava com um bar exclusivo por lá.
Antes de chegar ao Hotel Unique, local onde é realizada a festa há anos, fui até a Barbearia Corleone, que vocês já ouviram muito falar por aqui. Por lá, houve um “get together” para brindar o Whisky mais falado do Baile com Bruno Van Enck, embaixador Chivas no Brasil e dono da barbearia. Além de Bruno, quem estava por lá foi o gente fina Rafael Mendes que é o Chivas Master aqui no Brasil e sabe tudo do assunto.

Barbearia é aquela velha história… bate papo sobre bagunças, boas bebidas, mulheres e claro, estilo… afinal esse é o serviço e objetivo principais de um Barber Shop. Lá estavam saindo drinks e mistura com o Whisky, mas confesso aqui que sou fã da bebida pura, muitas vezes até sem gelo, mas como o calor era grande, o bom e velho “On The Rocks” foi a pedida que refrescou a noite inteira, até as 7am!

Aproveitei e fiz algumas fotos do garrafão de Chivas 18 anos que estava sendo servido para os poucos convidados da noite, misturada ao ambiente da barbearia que tem tudo a ver com o universo da bebida mais masculina de todas.

Depois falo mais sobre a bagunça no Baile… mas enquanto isso fica ligado na #ChivasBailedaVogue no Instagram que tem mais fotos. Cheers!

VC_-04022015_DSF8620 VC_-04022015_DSF8621 VC_-04022015_DSF8617 VC_-04022015_DSF8618 VC_-04022015_DSF8611VC_-04022015_DSF8628
VC_-04022015_DSF8630

Gentlemen’s Club

Fotos: @victorcollor

VC_-24112014_65A8073

Foto: @victorcollor

Quem me conhece sabe que se tem uma coisa que sou fã desde pequeno, essa coisa chama-se James Bond. Lembro sempre quando assisti ao meu primeiro filme junto com meu pai, The Living Daylights de 1987 com Timothy Dalton no papel de 007. Lembro ainda que a mídia usada era o Laser Disc, aquele CD gigante… quem lembra? Até hoje eu tenho o disco aqui comigo e guardo com bastante carinho.

Não sei como passou despercebido por mim, mas recentemente saiu o trailer do que virá a ser o 24º filme da maior saga do cinema. Ainda no papel de Bond, Daniel Craig enfrenta S.P.E.C.T.R.E, que por muitos vai ser considerado o nome do filme, mas que na verdade é a SPecial Executive for Counter-intelligence, Terrorism, Revenge and Extortion, que já esteve em muitos outros filmes da série como em Thunderball, Diamonds are Forever, You Only Live Twice ainda com Sean Connery, em On Her Majesty’s Secret Service com George Lazenby e em The Spy Who Loved Me com Roger Moore, para citar alguns. Ou seja, Ernst Stavro Blofeld, chefe da organização criminosa, volta a aparecer nos dias de hoje. Que legal ver o passado que deu certo voltando a grande tela do cinema. Essa pergunta é para os fãs: quem não lembra o gatinho com a mão alisando os pelos brancos?

Judi Dench deixou a série no último filme dando papel de M para Ralph Fiennes, também voltando ao passado, onde a cadeira de chefe da MI6 sempre foi de um homem e claro, a volta de Miss Moneypenny, a eterna secretária/assistente de M que sofre de amores pelo agente secreto.

O trailer mostra pouca informação, mas ao menos teremos o eterno “Caçador de Judeus” de Bastardos Inglórios como vilão. Será que Christoph Waltz será tão mão quando na obra de Tarantino?
Única coisa que me deixou chateado, é a data de estréia…. 6 de Novembro. Até o fim do ano!

Para saber mais sobre tudo que rola no universo de 007, clica aqui.

10821221_961023367245908_961023270579251_56455_2661_b

 

spectre-james-bond

 

Quem conhece a saga e a história da S.P.E.C.T.R.E já se ligou que a imagem do cartaz não é só uma bala no espelho, mas sim uma alusão ao símbolo da organização “do mal” que tem um polvo estampado. Viu a semelhança agora?

spectre-logos

Ansiadede mata?

Imagens: Reprodução

Sim, esse é o nome de Bob Marley que hoje completaria 70 anos. Aqui está minha homenagem a esse cara que tanto soa nas caixas do 212 com uma letra de uma de suas músicas que me faz parar e pensar, independente de onde esteja:

“Emancipate yourself from mental slavery,
None but ourselves can free our minds.
Have no fear for atomic energy,
‘Cause none of them can stop the time.
How long shall they kill our prophets,
While we stand aside and look?
Some say it’s just a part of it,
We’ve got to fulfill de book.”

> Redemption Song

 

Aproveito o gancho pra falar do style de Bob que sem dúvida é referência para muita gente, ainda mais com essa pegada boêmia que reina hoje nos estilos e nas araras das grandes lojas. Desde uma simples regata branca, passando por tênis Adidas – que por sinal, réplicas são relançados a cada ano com ar de vintage. E os gorros para “guardar” os cabelos? E as camisas jeans bem gastas fazendo dobradinha com calça também jeans – só que nos anos 70 a “boca de sino” era quem mandava. E os moletons? Enfim, falando um pouco do estilo de Bob me fez lembrar de Jay Kay, front man do Jamiroquai que segue exatamente o mesmo estilo, além de ter o mesmo físico magrinho da lenda jamaicana. Se liga nas fotos:

bob-marley-clothes-style-hat-musician-reggae

rasta-style-bob-marley-8

rasta-style-bob-marley-1

bob marley newspaper, tailored dreams

bob-marley

marley-full

gij3h3lpxrcfqf0ush6w

5266_2

Long Live Rastafarai!

Imagens: Reprodução

Essa foi a pegada do mood da campanha de verão 2015 que fotografei para ScarfMe no litoral de São Paulo. Um almoço oferecido pele gente da gente Renata Vanzetto com Francesca Monfrinatti, Roberta Julião, Guta Virtuoso, Camila Fremder e Teca Toscano.

Fica ligado na #TropicalScarfMe no instagram para ver o que rolou!

VC_-24112014_65A8579-Edit VC_-24112014_65A8024-Edit VC_-24112014_65A7992-Edit

Tropical Califa!

Fotos: @victorcollor

Lembram que falei aqui do Porsche RS de 1973 e o vídeo do Petrolicious?

Hoje a ideia é falar da Ferrari 250 GTO, modelo com apenas 36 modelos produzidos pela montadora italiana com desenho Pininfarina, considerado um dos mais icônicos e mais desejados do mundo do automobilismo. Recentemente um dos modelos foi leiloado na Califórnia por 38.1 milhões, atingindo o recorde de preço que até então era de 2013 de uma Mercedes Benz que o lendário Juan Manuel Fangio pilotou em 1954. Portanto, o recorde agora é da montadora italiana.

Também do Petrolicious, o vídeo abaixo mostra os pequenos detalhes do modelo mais “caro” da Ferrari, desde a carroceria, passando pelas rodas, o refresco das entradas de ar que vocês viram aqui, às saídas de ventilação dentro do carro, à marcha, enfim, … todos esses pequenos detalhes que fazem da Pininfarina única nos desenhos dos modelos mais iconicos da montadora italiana e do mundo do automobilismo.

158650d1329150520-softimage-xsi-ferrari-250-gto-1964-ahora-si-renderf250

E falando em Pininfarina, está na mão o vídeo que saiu no fim do ano passado falando da parceria entre o estúdio italiano e a Cyrela na criação do Cyrela By Pininfarina que vocês já viram aqui e aqui os dois guias de bairro e a exposição de Ferraris que pilotei também no fim do ano passado, Lembram?
Olha que demais.

Para ficar ligado em tudo que já rolou no Circuito Pininfarina, clica aqui.

Clássico nunca sai de moda!

Imagem: Reprodução