Confesso que esses álbuns póstumos confortam muitos fãs, mas por um outro lado deixa uma sensação estranha no ar, que o que venho sentindo com o que a família Jackson anda fazendo com o que já foi considerado, o artista mais rentável do mundo após a morte.

Eis o lançamento de Xscape de Michael Jackson. O álbum contem 8 tracks que ainda não tinha sido lançadas e que foram gravadas entre 1983 e 1999. As trilhas somente foram remasterizadas, mantendo as características originais e a voz de Michael da época, que é o que realmente vale e foram tiradas de gravações demos da época.

Ontem o meu parceiro Jun Honda, Dj dos bons que só tem feito sucesso por ai e que fotografei, me mandou “Love Never Felt So Good” que parece ser a música de trabalho e tem co produção de Justin Timberlake. Ou seja, é capaz de ainda ouvirmos muito tocar por ai.
A música tem a pegada de Michael bem da época e é nítida as batidas que lembram um pouco “Rock With You” misturado aos metais de “Don’t Stop ‘Till You Get Enough”. Agora há pouco, pesquisando mais sobre o assunto, vi que a versão demo foi gravada 1983 logo após ter lançado o maior disco da história, Thriller, ao lado do grande Quincy Jones . Se liga aqui abaixo no som.

No fim é uma boa trilha, de muito suingue, leve, de pegada Disco e um pouco da onda de vozes de Hip Hop que Justin vem trabalhando desde seu início com Timbaland e agora no último disco The 20/20 Expereience Vol. 1 e 2.. Inclusive Timbaland junto com L.A. Reid são responsáveis e encabeçam a lista de produtores de Xscape… não é a toa que Justin está nele.

Abaixo os dois álbuns, o dourado com a versão Deluxe com 19 faixas e outro chamado de Standard somente com as 8 faixas. Confesso que vale a pena comprar o Deluxe e entender as versões originais e claro, ter a versão com Justin Timberlake. Se liga aqui.

Clica AQUI para ouvir.

Michael ainda vive!

Imagens: Reprodução