E com toda essa pegada que venho falando aqui no VICCO sobre Old NY, barbearias, filmes de gânsgters, Scorsese, Stones e todas essas coisas que permeiam essas bandas, resolvi ir atrás do local, do home made, ou seja, uma busca ao que poderíamos quase chamar de Old SP ou até mesmo Velha SP, explorando os lugares tradicionais dessa cidade que já foi tão elegante e hoje se perdeu meio à edifícios modernosos, tudo digital, informalidades, etc.

Muitos de vocês já devem conhecer o chapeleiro mais famoso da Rua Augusta, Maurice Plas.
Minha primeira vez foi mais ou menos há 7 anos, e depois dos dias em NYC que vocês viram aqui, resolvi voltar e ver de perto o que o Sr. Plas junto com seus filhos Robert e Maurice, andam aprontando, e claro com um intuito de comprar um chapéu. Além disso, a ideia era mostrar para vocês aqui no VICCO um lugar que aprecio, valorizo e serve de referência para quem gosta e curte esse lifestyle.

Passar de carro por ali já é algo que enche os olhos. A antiga fachada toda em madeira e vitrines em vidro recheadas de chapéu me faz lembrar o que o pessoal da “velha guarda” sempre me falou sobre o charme que era a Augusta com seus bondes, pessoas elegantes para lá e para cá e as tradicionais lojas de comércio como cortinas, sofás e tecidos. Para encher ainda mais os olhos, por ali é capaz de avistar um senhor que chama atenção pela elegância e o garbo (termo que infelizmente anda em desuso nos tecnológicos e informais dias de hoje). Eis Maurice Plas que reina aquele cantinho do hoje chamado Baixo Augusto há mais de 60 anos fazendo chapéus para os elegantes de então, os que mantêm o garbo e claro, para a nova geração como eu que valoriza essas pérolas e riquezas que só o tempo nos presenteia.
Entrar na loja é mais legal ainda, é uma experiência. Lá está ela parada no tempo, mas não ache que isso é uma característica negativa. Esse final de semana assisti mais uma vez à trilogia Poderoso Chefão e entrar numa loja dessas é como voltar ao tempo e estar vivendo a vida de Vito Corleone quando abre a Genco Imports & Co em Nova Iorque. É simplesmente genial…chapéus pendurados, paletós de lapelas largas em manequins – sim ele faz paletó sob medida, costuras ali, relógios antigos a corda ainda funcionando, prateleiras de madeira de verdade e todas essas pequenas coisas que vão “curtindo” com os anos.

O francês e belga por opção, faz chapéus de todos os tipos, desde o tradicional que eles chamam Borsalino, em referência à marca italiana, às boinas tipo Chê, cap tipo Fidel, chapéu Côco, cartolas, … uma uma infinidade de estilos que só indo lá para entender.
Plas utiliza matéria prima natural e não gosta de trabalhar com poliéster e essas coisas que a China vem nos “presenteando” pelo baixo custo. Isso faz com que os chapéus durem toda vida se bem guardados e cuidados.
Ao comprar um, os filhos Robert e Maurice sempre dão dicas de como guardar e os cuidados essenciais para a vida longa do bem adquirido.
Um coisa que sempre falo por aqui, seja em um restaurante ou nesses pequenos estabelecimentos, tente trocar uma ideia com quem está te atendendo, tente entender um pouco sobre a essência do lugar, o valor que eles dão ao trabalho e esses pequenos detalhes que te faz mais “rico” e dá mais valor ao bem que você acabou de comprar, além claro de criar uma verdadeira experiência de compra e nunca mais esquecer.

Conversei bastante com pai e filhos por mais ou menos uma hora já com a loja fechando e as luzes dos carros já acesas junto com as dos postes e o movimento da “night” do Baixo Augusta. Plas me contou sobre a sua história, a segunda grande guerra, os problemas que passou, um certo desgosto pela sua pátria não tão amada, França, seu amor pela Bélgica, a falta de elegância nos dias de hoje… jogamos muita conversa fora!
Pare um pouco, sente, converse e aprenda com esses que conhecem e sabem da história. Falamos tanto ali e aqui querendo sempre ter opinião, mas pare de falar um pouco e escute o que essas pessoas têm a dizer… isso sim é se tornar mais rico!

Serviço:
Plas
Rua Augusta 724 – Consolação
Tel: 11 3257.9919
www.plas.com.br 

Aproveita o inverno chegando e se divirta usando chapéu.

Fotos: @victorcollor