Eu sempre digo que a moda e o que ele nos oferece está ai para que possamos nos divertir, seja com estampas, modelos, cortes, acessórios e por que não brincar com a pulseira do seu relógio?

Isso mesmo… todo cara que tem um relógio legal fica com receio de trocar as pulseiras originais por outras divertidas pois vai perder a originalidade e todo o bla bla bla. Realmente a coisa perde sua originalidade, mas em contra partida você acaba ficando mais original por usar algo diferente do que a maioria tem acesso, ainda mais quando falamos dos relógios mais desejados como o Submariner da Rolex por exemplo. Todo mundo que tem um, adora chegar ostentando o relojão na mesa seja lá de onde for. Não há nada mais elegante do que a discrição, não é mesmo?

Ou seja, trocar a sua pulseira original, que sim, é bonita, é legal, por uma diferente é ainda mais legal. Você não vai trocar/vender e ela vai ficar guardada no seu gaveteiro, portanto na hora que você quiser, ela estará lá. Sugiro também que se for brincar com isso, comprar um canivete suíço ou um estojo de manuseio de relógio para não riscar a peça quando for fazer as trocas em casa.
Um coisa que percebi usando, tanto as modelos natos, quanto outras normais em couro, é que o relógio fica visualmente mais leve e chama menos atenção, se tornando algo mais discreto e de mais personalidade, atraindo os olhos de quem realmente conhece e entende.

maurice-de-mauriac-nato-strap

Os modelos em questão é o modelo NATO, pulseira criada pelo exército inglês como uma solução resistente no campo de batalha, quando comparado a couro, borracha e metal. Ou seja, além de estilo, ela ainda tem pegada militar.
Esse modelo sequer precisa tirar e colocar os pinos no relógio. Em uma viagem por exemplo, dá para você viajar e levar alguns modelos, seja uma mais colorida para o dia e outra mais escura ou até em couro para a noite, o que deixa o seu relógio como uma carta coringa, independente da ocasião. Separei algumas fotos que mostram isso e vocês vão ver que dão muito mais valor ao relógio.
Quem não lembra da terceira aparição de Sean Connery como James Bond em Goldfinger antes dos créditos iniciais?
A bordo de um Summer – vestimenta de gala para o verão ao invés do Smoking, ele coloca o cigarro nos lábios, ascende o isqueiro e olha a hora no Rolex Submariner Big Crown sem data. Sim, lá em 1964, ano de estréia do filme, o agente secreto mais famoso do mundo estava usando seu relógio com a pulseira em três tons: preto, verde e detalhes em vermelho.

6_James_Bond_Sean_Connery_goldfinger-Nato_Watch-Strap

Bond Original - Goldfinger 1964 - 2

Ou seja, fique ligado nos detalhes que seu relógio tem. As vezes um ponteiro laranja pode combinar com uma NATO com detalhes na mesma cor, como o Milgaus, também da Rolex. Ou até mesmo os modelos mais antigos da Omega e da Heuer que brincavam bastante com pequenos detalhes em cores mais vivas. Há também o envelhecimento natural do mostrador e do Tritium – substância química que era colocada para o relógio ter vida a noite. A substância tem vida própria e cada relógio envelhece de um modo e isso que é o mais legal e deixa a peça com características únicas que só o tempo é capaz de dar. Brinque também em combinar as pulseiras com a cor que o mostrador “ganhou” ao longos dos anos de uso ou de gaveta mesmo As cores estão aí e bora se divertir!

Aqui no Brasil você encontra pulseiras assim no Mercado Livre – sim, eu já comprei e deu certo, e também na Stilo Art, loja que falei aqui no Guia de Bairro no Circuito Pininfarina, lembram? Inclusive Fabinho está produzindo vários modelos em couro como as que estão nas fotos. Vale a visita para ver modelos antigos – que são os mais legais, e conhecer a linha de pulseiras que estão com um preço bom se compararmos às do site Hodinkee. Se liga:

NATOLS-25_zps0f9a6149

BS-JP-NV-10-20mm-P BS-JP-NSQU-20mm-OVERVIEW-20 BS-W-49-Omega-Speed-Trop-69-914-011

man-of-the-world-Rolex-Explorer_f048de11-2fbc-4648-ae23-173ca906b173_1024x1024DSC_5688

Diversão garantida!

Fotos: Reprodução