Desde criança sempre tive curiosidade pelo fundo do mar, de entender o que acontece por lá e a coisa de mergulho com cilindro sempre foi algo a conquistar. Há anos tenho essa vontade, mas nunca me organizei para fazer a coisa acontecer. Lembro que tentei algo aqui em São Paulo, mas a ideia era uma semana inteira mergulhando em piscina até chegar em um final de semana, viajar e fazer o batismo. Tudo muito complicado, afinal mar não é o que mais tem nessa cidade.

Finalmente, depois de longos anos e coisa andou. Em um bate papo em um dos jantares na minha casa, alguns amigos levantaram o assunto e a vontade de fazer. Com isso, meu parceiro Gringão que admira e vive uma vida no mar aos finais de semana na Ilha Bela falou da recém aberta Ilha Divers, escola de mergulho que fica no pé do morro aonde está a sua casa no litoral norte, na praia da Armação. No fim do ano passado ele se organizou, tirou a licença para mergulhar (PADI) e foi curtir Bonaire no Caribe com toda a vida marinha que há por lá.

Dito e feito. Marcamos as nossas aulas e mergulhos até fazer os 4 Check Out’s que são as saídas para provar que você está apto a ser um Open Water Diver, a categoria mais básica do mergulho. Ou seja, qual foi a ideia? Aproveitar o tempo livre para fazer o que está a fim, adquirir conhecimento e dar risada.

A escola é comandada pelo Felipão e pelo Gui, ambos mergulhadores há anos e de longa experiência em Fernando de Noronha, um dos lugares mais legais para mergulhar aqui na costa brasileira. O litoral norte da Ilha Bela é conhecido pelo esportes aquáticos como o velejo e pela velocidade do Wind e KiteSurf. Com poucas escolas de mergulho por lá, a dupla resolveu criar a Ilha Divers, escola de mergulho dentro da BL3, outra escola, mas de iatismo certificada pela ABETA, Associcão Brasileira de Empresas de Turismo de Aventura. Ou seja, a coisa é séria.

Aulas marcadas, mergulhos em piscina, mergulhos em mar e uma prova para comprovar que você entendeu tudo. Acertei 97% e após um curso que dura 3 dias, hoje sou um Open Water Diver. Agora a ideia é fazer os cursos do modo avançado para ir mais além e chegar a mais de 25m de profundidade, afinal os naufrágios em Alagoas tem em média essa profundidade.

Recomendo o trabalho da dupla Felipão e Gui. Ambos muito técnicos, didáticos e têm bastante consciência ecológica de preservação, além de serem dois sujeitos “boa praça” e gente da gente garantindo risadas das 9h às 18h.

Fiz algumas fotos nas saídas para mergulhar, mas infelizmente ainda não fotografei embaixo d’água, sendo esse o meu próximo curso para começar a ter ideias e pirações lá embaixo.

Serviço:
Ilha Divers
Felipe Gamba e Gui Kasper
Tel: 11. 98268-9888
ilhadivers.com.br
Facebook

 

BL3 – Escola de Iatismo
bl3.com.br

VC_-01052015_DSF9094 VC_-01052015_DSF9097 VC_-01052015_DSF9098 VC_-01052015_DSF9101 VC_-01052015_DSF9146 VC_-01052015_DSF9151 VC_-01052015_DSF9158 VC_-01052015_DSF9159 VC_-01052015_DSF9166 VC_-01052015_DSF9167

Chilling em alto mar!

Fotos: @victocrcollor + #212