VIC&CO COPYRIGHT Since 2015. ALL RIGHTS RESERVED.

Prateleira

Sexy Stewart & Stones

Created: 24 jan 2017  / Categories: Prateleira

Aquele clima de anos 60 e 70 e a loucura que vinha junto com a contra cultura da época. É isso que os Stones viveram no auge da sua carreira – qual dos auges? - sem limites e sem pensar demais. É isso que a banda mostra no novo clipe lançado recentemente que ao contrário do que estamos acostumados, nem Charlie, nem Ronnie, nem Mick, muito menos Mr. Richards aparecem nas filmagens. Em troca temos Kristen Stewart bem sexy em takes que lembram parte das filmagens de 60 Segundos, aquele filme com o canastrão Nicolas Cage e a perseguição por carros que todo menino tem na imaginação.

 

No clipe de Ride ‘Em On Down, o clima e uma fotografia mais quente da Califórnia vista em outros tantos filmes, Kristen como uma dessas meninas animadas da época, sexy e livre e claro, um Mustang azul para enquadrar tudo... detalhes que vão além: a hora que ela pula, o cigarro na boca e o Zippo com a marca da maior banda de rock de todos os tempos.


#Kate43

Created: 16 jan 2017  / Categories: Prateleira

Para comemorar os 43 anos completados hoje de uma das modelos mais influentes dessa geração, coloco abaixo as fotos que acredito ter sido do primeiro ensaio completo que vi de Late Moss em uma publicação.

Em São Paulo e começando a entender um pouco desse universo da moda, vi essa revista na extinta livraria/revistaria Haddock Lobo Book & Magazines. Em uma época que a internet ainda caminhava em outra velocidade, as idas à bancas e livrarias eram mais frequentes e quando vi logo comprei e guardo comigo até hoje.

 

As fotos foram feitas na Itália por Mario Sorrenti, o então namorado de Kate Moss.

 

E quantos parabéns!

 

Fotos: Reprodução


Calendário Lui Magazine

Created: 13 jan 2017  / Categories: Prateleira

No ano passado vocês viram aqui as fotos e os vídeos de Making Of que postei sobre o calendário mais esperado do ano, o Pirelli 2017.

 

Na mesma onda, a francesa e classuda Lui Magazine que sempre conta com mulheres em fotos lindas em suas suas capas também soltou o seu calendário que conta com as modelos Hilary Rhoda, Elsa Hosk, Anais Mali e Barbara Palvin.

 

As fotos feitas por David Bellemere foram liberadas em dezembro do ano passado e vale ficar de olho para ver se você encontra a revista em algumas bancas selecionadas aqui em São Paulo ou até mesmo fazer a assinatura, afinal não há impostos para material impresso... fiquemos de olho!

 

Fotos: David Bellemere


Extra Extra!

Created: 12 jan 2017  / Categories: Prateleira

Ahhh as férias, não é mesmo... como é bom chegar no final do ano. Momento de reflexão e com aquela sensação de dever cumprido e com o intuito de descansar, aproveitar e curtir um pouco além do que estamos acostumados ao longo dos 12 meses de labuta.

 

Aproveitei os dias e fui mais uma vez a Tulum no México. Quem já teve a chance de ter em mãos a nova edição do VIC&CO. Post viu que eu fiz um guia do que fazer por lá, além de contar um pouco do que está acontecendo nesse povoado mágico na península de Iucatã.

 

Em dezembro consegui distribuir o jornal em alguns lugares e essa semana ainda vou conseguir entregar em todos os 44 lugares que listo aqui embaixo.

Volto a dizer que a distribuição é gratuita, não há assinatura para receber em casa – quem sabe um dia, e por enquanto essa distribuição é feita somente em São Paulo por lugares que permeiam por esse lifestyle.

 

Pinheiros | Vila Madalena:

 

. Cozinha 212

. Barbearia Cavalera

. LIVO Eyewear

. Le Jazz Brasserie

. Le Jazz Petit Bar

. Cutterman Co.

. Liberty Art Brothers

. The Great BarberShop

. Z Deli Sandwich Shop

. Á La Garçonne

. Cartel 011

. Meats

. Guest Urban Hotel

. Carlos Pizza

. Guarita Bar

. TanTan Noodle Bar

. Coffee Lab

 

 

Jardins:

 

. Escudero & Co.

. Cotton Project

. Chef Rouge

. Torra Clara Café

. Z Deli Sandwich Shop

. Meats

. Frank Bar

. Hotel Maksoud

. Ema por Renata Vaznetto

. MeGusta Bar

. B. Luxo Vintage Shop

. Ricardo Almeida

. ICI Brasserie

. Acaju do Brasil

. AS Barberais

. Barbearia Cavalera

. Zwilling

. Bar. (Bar Ponto)

 

 

Vila Nova Conceição:

 

. Universo Marx

. GW Studio & Gallery

. BRNC Alfaiataria

. Barbearia Corleone

 

 

Itaim:

 

. Barbearia Corleone

. Panerai JK Iguatemi

. Lefari

. Le Jazz Brasserie – Shopping Iguatemi

. Polo Ralph Lauren – Shopping Iguatemi

 

 

Higienópolis:

 

. ICI Bistrô

 

 

Bixiga:

 

. Barbearia Cavalera

 

 

Centro:

Verniz SP


VIC&CO. Post #004

Created: 22 dez 2016  / Categories: Prateleira

E para fechar esse ano com chave de ouro, mais um VIC&CO. Post na rua! A edição #004 vem com Fê Paes Leme na capa e uma bela mistura de conteúdos.

Coloco aqui abaixo a minha carta ao leitor para vocês entenderem pra que lado o jornal foi desta vez, mantendo a ideia de ser um mix de conteúdo leve, viagens, carros antigos, ... aquele conteúdo atemporal que você sempre acompanha por aqui.

 

Mais abaixo, a galeria de fotos de quem passou na Cozinha 212 no fim de tarde de ontem, além de algumas fotos do sorriso e simpatia de Fêpa.

 

 

 

Carta ao Leitor

 

Mais um ano chega ao fim. E que ano! Quantas histórias não colecionamos ao longo dos últimos 12 meses para contar adiante?
Chegamos portanto na quarta edição desse jornal feito com tanta dedicação e atenção nos mínimos detalhes para que se torne uma peça atemporal e por sua vez, como alguns já dizem, colecionável.

 

O verão chegou e a brisa do mar está estampada nas páginas sobre um lugar mágico chamado Tulum no México. A comida feita na lenha, a cultura Maia ainda muito presente, o mar do caribe e todo o lifestyle visto em cada detalhe que transforma o destino em um verdadeiro paraíso de verão.

O eterno Ernest Hemingway é a referencia do homem do mar nas duas páginas com uma seleção que fiz de objetos e roupas atemporais do Summer & Fall da Polo Ralph Lauren.

Vale lembrar que o verão é somente no nosso hemisfério sul. No norte, o inverno está lá e a alta temporada para esquiar também. Park City, um lugar diferente de todas as outras pistas de esqui nos Estados Unidos. O charme de uma antiga e antes pacata cidade de minério é hoje o maior complexo de pistas do país.

O estilo e o jeitão rebelde de James Dean o transfora no homem AXE desta edição no texto escrito mais uma vez com maestria por José Mariano Raggio repleto de curiosidades sobre o ator.

A capa ficou ainda mais bonita com o sorriso, o charme e a simpatia de Fernanda Paes Leme que fez recentemente o programa X Factor com maestria e sucesso, fotografada na Cozinha 212.

Mais um carro do clã Porsche está registrado nesta edição. Você vai conhecer a história por trás do modelo esportivo 914, lançado através de uma parceria entre VW e a Porsche em 1969 e com poucos anos de vida até o fim de sua produção em 1976.

 

Finalizo agradecendo mais uma vez à Unilever e a nossa relação desde a primeira edição com AXE, essa em especial por ter a imagem de contra capa com meus objetos pessoais feito especialmente para a campanha da marca no Brasil. Aliado a isso agradeço à turma da Index Assessoria que fez a minha relação com a Polo Ralph Lauren ainda mais estreita. Estar junto de uma marca que sempre admirei é considerado gol de placa!

A conexão Tulum se deu pelo convite do governo do México feito pela MSL Group Andreoli para conhecer um dos destinos mais especiais que estive ultimamente. O frio das montanhas de Park City se deu pelo convite da Interamerican Network e Carbono Uomo para ver de perto a considerada melhor neve do mundo. Um agradecimento especial a Flavia Perin, a Jennifer Viditz-Ward e a Johnna Muscante que transformaram a experiência por lá difícil de esquecer.

Por fim mas não por último, um agradecimento a minha parceira de sempre Amanda Gomes, ao Theo e Manu que fazem a coisa acontecer na MAP Brasil; a turma da TasteMakers capitaneada pela eterna Ana Zambon e claro, a turma da Editora Carbono.

Toda essa mistura faz com que a quarta edição chegue em suas mãos com a ideia de inspirar e ter histórias para contar. Deixo aqui o meu muito obrigado a você que me acompanha nessa jornada do digital para o impresso desde a primeira edição e através do VIC&CO.


Fora da Lei

Created: 07 dez 2016  / Categories: Prateleira

Se tem uma coisa que aprendi nos últimos anos é que quando se faz o que gosta com paixão, amor e carinho, facilmente tudo pode sair do papel e se tornar realidade.

Foi assim com a fotografia, com esse site, o VIC&CO. Post e claro, com a Cozinha 212. Confesso que se não houvesse os três elementos acima, possivelmente nunca teriam se tornado realidade.

 

Acabei de assistir Urban Outlaw, um documentário de 32 minutos que saiu em 2013 sobre a vida de Magnus Walker, a lenda por traz do estilo outlaw, uma forma de restaurar carros saindo um pouco de sua originalidade mas mantendo a essência com que foi criado. Colocar alguns elementos que facilmente poderiam ter saído de fábrica mas que as montadoras acabaram não fazendo na época. Além de Walker, um desses casos é a Singer Vehicle Design.

 

O documentário mostra a paixão de Magnus Walker que começou a trilhar seu caminho nas coisas antigas vendendo roupas vintage no calçadão de Venice Beach na Califórnia.

Segundo o “mecânico” ele nunca fez escola de mecânica mas uma coisa é certa: “eu sei apertar uns parafusos e dar umas porradas com martelo”.

 

O seu estilo peculiar fica fora do estereótipo de pessoas que gostam desse tipo de brincadeira. Não espere um cara qualquer cheio de tattoo e com ares de ostentação falando qualquer coisa sobre motor e desenho, mas sim um jeitão que ele mesmo diz, Rock&Roll Homeless – um mendigo roqueiro.

 

Se você gosta dessa brincadeira, vale assistir ao documentário prestando atenção em cada fala e no carinho que ele mantém por sua coleção de Porsches antigos, em sua maioria o icônico modelo 911. Digo ainda que já ouvi história de pessoas que mantêm o mesmo carinho pelas criações de Ferdinand e Ferry Porsche, que foi a Califórnia bater na porta do espaço de Walker e sim, foi recebido com muita atenção.

 

Fotos: Reprodução

 


Pirelli 2017

Created: 05 dez 2016  / Categories: Prateleira

A Pirelli soltou na semana passada as primeiras imagens que irão compor o anualmente esperado Calendário Pirelli 2017. Vocês acompanharam por aqui os últimos ensaios dos últimos anos que foi bem diferente desta edição.

 

Cada vez mais venho acompanhando um processo de menos uso do photoshop na edição de imagens depois de fotografadas por parte dos fotógrafos – já no instagram com inúmeras blogueiras a coisa é bem diferente.

Foi exatamente isso que Peter Lindbergh foi buscar no que ele chamou de “time” das melhores atrizes da atualidade.

 

Não espere jovens, modelos e celebridades a vontade. A ideia do novo calendário é ter verdade, textura, história e rugas de mulheres do tal time composto por Charlotte Rampling, Lea Seydoux, Alicia Vikander, Kate Winslet, Lupita Nyong’o, Rooney Mara, Jessica Chastain, Penelope Cruz Helen Mirren, Zhang Ziyi e Anastacia Ignatova

 

As imagens somente passaram pelo processo de revelação e mostra a verdadeira beleza de cada uma delas. Assista ao vídeo de Making Of abaixo que foto a foto será explicada, além de todo o processo de juntar o tal time, a forma que foram fotografadas e a opinião delas sobre esse momento e como é trabalhar com o grande Peter Lindbergh.

 

Fotos: Peter Lindbergh

 


Down Down Down

Created: 10 nov 2016  / Categories: Prateleira

Só se fala em séries hoje em dia. Ô vício! Criaram uma fórmula ai que ativa algo no cérebro que só tem uma reação - apertar o botão pra assistir o próximo capítulo. Sem dúvida estamos na era de ouro, na melhor fase desde a criação da televisão. Por que? O que causou isso? Melhores roteiros, mais tempo para desenvolver a historia e os personagens (fazendo deles mais interessantes), mais liberdade criativa, temas inovadores e um custo mais baixo comparado ao cinema. Por isso, muitos diretores e atores de Hollywood estão migrando para televisão. E agora a gigante Netflix, que vem produzindo ótimas séries (House of Cards, Stranger Things), nos presenteou com uma diferente proposta, The Get Down. Um drama/musical sobre as origens do hip hop em Nova Iorque da década de 70, misturando ficção com realidade. Interessante e empolgante. Só com a premissa já da vontade de assistir. Além disso, ainda temos o co-criadar e diretor australiano Baz Luhrmann (Romeu e Julieta, Moulin Rouge, O Grande Gapsy), que conseguiu passar muito do seu estilo, fazendo dela um enorme sucesso. Com doze episódios no total, a primeira parte foi lançada em Agosto, e os próximos seis estão pra sair em Fevereiro de 2017.

 

Sinopse: A trama é ambientada no final da década de 70, numa Nova Iorque devastada pela pobreza, no sul do Bronx. Cinco jovens usam da musica para mudar suas vidas participando do nascimento de um novo estilo de musica, o hip hop.

 

Este novo projeto da Netflix, que começou a ser desenvolvido há 10 anos, teve um custo de 190 milhões (preço de blockbuster hollywoodiano), sendo uma das mais caras da história. Durante todos os seis episódios, vemos muito do seu co-criador Baz Luhrmann, apesar dele só ter dirigido o primeiro. Seus filmes são cheios de vida, seja pelo ritmo frenético e edição rápida, números musicais exuberantes e com ótimas canções, seja por referências à cultura pop, excesso de cores e brilho e pelo clima de fábula. Não tem como não se AniMAR. Esse é seu tipo de cinema. Os atores principais estão muito bem, com atuações incríveis e intensas, e a maioria é desconhecida, com exceção de Jaden Smith (sim, filho do Will). Ezekiel, o protagonista, apesar de ser rabugentinho, tem carisma e sua paixão pela musica e poesia é inspiradora. Alguns coadjuvantes já vimos em outras séries, como o que interpreta o pastor, Giancarlo Esposito (Gus ‘Los Pollos Hermanos’ Fring, traficante de Breaking Bad).

Um dos pontos altos da série são temas abordados e sua referência cultural, política e social. Mostra o que a pobreza mundial (devido a alta do preço do petróleo), corrupção generalizada e a péssima administração fizeram com essa cidade, transformando-a num verdadeiro caos. Vemos a desigualdade social, a discriminação racial e o alto índice de criminalidade. Parece o Rio de Janeiro dos dias de hoje. Em meio a isso, temos o nascimento desse novo movimento musical e artístico, o hip-hop. Pessoas criando música em forma de protesto. Influências? Gospel (oh yes lord!) e a Disco Music. Esta última era uma febre entre os jovens (era chamada de musica do demônio pelos religiosos) e teve peso grande. Além disso, joga no liquidificador muita rima, poesia, scratch, rap, grafite, black power, Bruce Lee e roupa de coro (cuecão?). E ainda podemos ver o nascimento do punk rock e a influência do gigante Ramones nos jovens.

Outro tema que é abordado de uma maneira livre e natural é a diversidade sexual, pois um de seus personagens é gay e descobre isso durante a série.

 

Wow! Melhor serie de todos os tempos? Profunda e rica? Claro que não. Aliás, muitos de seus defeitos e qualidades andam juntos. Tem personagens cativantes e marcantes, mas peca pelo excesso deles e pela falta de profundidade com alguns. O uso de imagens reais de arquivos da destruída e falida Nova York dos anos 70 ajuda a trazer mais realidade, mas o clima de fábula tira um pouco o realismo. Além disso, algumas histórias paralelas são desinteressantes e não têm desfecho, deixando algumas falhas e prejudicando o resultado final.

Poderia ter sido melhor, mas com certeza vale a pena. Divertida, alegre, clima de réveillon, personagens cativantes e inspiradores e ainda nos transporta pra outra época... Aprendendo mais sobre uma cultura e movimento musical. Tá bom? Como válvula de escape está ótima! Boa série pra todos!

 

Curiosidades: Muitos personagens existiram e tiveram suas histórias contadas. Os ‘Get Down Brothers’ são baseados no ‘Funky Floor plus One’. Grandes nomes do hip-hop que acompanharam o seu nascimento ajudaram na produção, dando conselhos e ensinando os jovens atores.

 

Por José Mariano Raggio


Bond Girl

Created: 11 out 2016  / Categories: Prateleira

Não tem nada mais prazeroso do que ter ideias e coloca-las impressa em uma capa de uma publicação. Foi essa a sensação quando pensei em fotografar Adriana Caye para a capa da segunda edição do VIC&CO. Post, com referências a dois filmes de James Bond. Quem não lembra da lendária Ursula Andress como a primeira Bond Girl saindo das águas cristalinas da Jamaica na primeira missão do agente que viria a ser a maior saga do cinema?

Misturado a isso, as cenas de Thunderball, o quarto filme da saga rodado nas Bahamas, não me saiam da cabeça. O filme é o mais "praiano" de todos cheio e cenas subaquáticas, praias e o figurino mais afiado se levarmos em consideração o calor do verão.

 

O MakeUp ficou por conta do talentoso André Veloso e o styling feito na linha por Daiane Conterato, que foi capa da primeira edição do VIC&CO. Post.

 

Clica aqui para ver o resultado completo na sessão Portfólio.

 


Top