@victorcollor no Instagram


Artigos da categoria: > Moda

Na semana passada com todo zun zun zun de Fashion Week aqui em São Paulo, Oscar Metsavaht apresentou o conceito e parte das peças da nova coleção em seu Showroom nos Jardins, vizinho ao restaurante Brasil a Gosto da Ana Luiza Trajano que ainda devo uma visita para falar pra vocês na série Conhecendo.
Uma forma mais leve, gostosa e de melhor entendimento, afinal através de algumas fotos e vídeos e sua palavras, o conceito era mais bem exemplificado para as poucas pessoas que lá estavam.

O conceito? Inhotim… isso já diz bastante coisa.
Oskar e sua equipe foram ao instituto de arte no interior de Minas Gerais como uma imersão na mistura de formas geométricas, arquitetura e claro, natureza. Se não me engano, ele e sua equipe passaram 6 dias, trabalhando non stop fazendo algo que me deixou com vontade de ter participado. Oskar levou costureiras para colocar em prática as criações, músicos para criar suas trilhas de filmes e campanhas, modelos para as fotos e claro, ele como criador do conceito, fotografando e filmando tudo em 16mm (sim, filmando em película). Agora imagina toda essa equipe trabalhando “tudo junto ao mesmo tempo agora”, pois no bate papo que tive com Oskar, ele disse que era assim, enquanto uma costurava o outro tocava, ele fotografava, a modelo pousava… Genial, não?

Ainda no bate papo, meus olhos cresceram e me perguntei o quão legal era esse momento de criação de uma equipe. Segundo Oskar, o lugar é muito propício, com jardins e arquitetura modernas inseridas de forma original. Ele ainda me disse que passou um ou dois dias em que o instituto estava fechado ao público… ou seja, só ele e sua equipe sem absolutamente ninguém para atrapalhar o processo criativo.

Como a arte é passada para a coleção? imagens e texturas florais das imagens dos jardins do instituto estampam as peças com variações de branco com tecidos desenvolvidos pela Osklen em algodão orgânico, com cortes bem feitos e valorizando a silhueta feminina.
Vocês devem estar se perguntando sobre a coleção masculina, certo? Infelizmente ainda não foram apresentadas, mas sim, a coleção conta com peças com essa pegada para nós homens, e se não me engano, sai em Setembro com toda a coleção. Aguardamos ansiosos!

Eu:
Oscar, deve ter sido demais você ter ficado esses dias por lá, ein? E sei que você não se junta de gente ruim, então…

Oskar:
Pois é, a minha banda é boa!

Eu:
Eu sei bem! Seria uma OM Lonely Harts Club Band… ; )

Genial!

Foto: @victorcollor

Que sou fã de Vans, vocês não têm dúvida, e com esse novo modelo o amor cresce ainda mais.

A primavera vem chegando com o verão na sequência e os caras da Vans California lançaram essa linha que achei demais. Os dois modelos, Old School e o Authentic ganharam estampas florais chamado “Floral Camo” que Mistura de camurça com o tecido floral e a troca do cadarço são os pontos altos do novo modelo.

Dá pra brincar usando jeans com pouca lavagem e peças mais sóbrias na parte de cima, afinal a estampa é floral e tem que ter cuidado para não ficar parecendo uma arara (de roupa mesmo e não a ave). Dá pra se divertir!

Já estão a venda nos Estados Unidos e resta saber se a Vans Brasil irá trazer os pequenos notáveis e quanto irão custar por aqui…

Para ficar ligado nos lançamentos mais legais de cultura street e todas essas coisas que nós aqui no VICCO nos divertimos também, acessa o THE HYPE BR, site impecável comandado pelo talentoso Lucas Penido.

Fresh Fresh!

Fotos: Reproducão

 

Na semana passada soltei um link na fan page do VICCO no facebook com fotos de caras muito bem vestidos no Congo e na sequência, o meu querido carioca sangue bom Ciro Lupo me mandou esse documentário com produção da cervejaria Guinness mostrando um pouco da vida dos Sapeurs.

Quem são eles? Os Sapeurs é: A Sociedade de pessoas elegantes do Congo. Genial não?

No documentário é mostrado parte do dia a dia dos que fazem parte do grupo, com roupas super coloridas e o lifestyle que eles vivem no Congo. Tudo muito original e visto de forma positiva, afinal segundo as entrevistas do doc, suas vidas não são definidas por cargo ou sucesso, mas sim por respeito em um país como o Congo. Segundo os Sapeurs, na vida você não pode sempre escolher as circunstâncias, mas você pode sempre escolher quem você é… Clap Clap Clap!

Com guerras e histórias de tragédias recentes – a última guerra do Congo teve início em 1998 e acabou em 2003 – tiro o chapéu para essas pessoas que sempre enxergam coisas boas nas pequenas coisas, e buscam dar risadas com um coisa tão simples como uma peça do guarda-roupa clássico masculino independente das suas condições. Cheers Sapeurs!

Olha o vídeo e presta atenção nos mínimos detalhes de roupas, tecidos, sapatos, camisas, gravatas, abotoaduras, … enfim, presta atenção em tudo:

 

Clica AQUI para ver o vídeo (assista em full screen).

 

Isso serve pra você que acha que necessariamente elegância está ligado ao seu dinheiro.

Imagens: Reprodução

E na última vez que estive em Nova Iorque tive o prazer de ter contato e comprar uma publicação Man Of The World.
Nos papos com Max Poglia, que tem feito bastante coisa em couro muito legal por lá, ele disse que eu tinha que conhecer a publicação, que segundo ele, como dizem os gaúchos, é “muito f***”.

Dito e feito! A publicação tem todas essas coisas que nós homens gostamos e apreciamos, nem que seja só para ver nos outros, sabe? Nas páginas temos Rolex antigos, Aston Martin DB5, David Gandy em um editorial nas montanhas, arte, cultura, matéria sobre a história da Levi’s, e mais um monte de coisa interessante. Ou seja, já de passagem, temos relógios antigos, carros muito legais, moda bem executada e curiosidades que nos agrada. Curtiu? Seria esse o sucesso de James Bond para nós homens?

Segundo Alan Maleh, publisher da MOTW, a publicação surgiu com a sua frustração dos conteúdos das publicações masculinas em geral com dicas de A a Z, mostrando o melhor e o pior e sempre apresentando esse contraponto. É democrático mostrar os dois lados? Sim, mas para quem ele está falando? Sendo assim a publicação tem conteúdo para o que Alan chama, os Homens do Mundo, sendo uma revista de 100% de nicho.

Quem são eles? Homens que se importam com estilo, com a aparência, o lenço que está usando no bolso, óculos, barba, e todos esses pequenos detalhes que sempre falo aqui, que nós homens podemos nos divertir no guarda-roupa masculino. Um restaurante muito legal no mercado de Bangkok, um Dry Martini em um bar de jazz em Londres, … Suas palavras são “não quero um restaurantes para adolescentes, muito menos para o senhor mais velho ou até o homem de família. O que eu quero é um lugar para um cara que vai viajar que quer boa comida em um lugar com boa atmosfera”. É aquela velha história de estar no lugar certo, na hora certa. Um pouco pretensioso, mas da para entender o contexto que o editor que mostrar.

Uma boa explicação do que é ser um Homem do Mundo que ele fez e que me identifiquei é: Há uma grande diferença entre a Madison Avenue e os mercados de pulgas, e é exatamente entre os dois que eu quero estar.” Genial!

O que a revista quer mostrar sobre o que é o “Homem do Mundo” é baseado em estilo e a referência dos anos 60 e 70 com figurões como Steve McQueen, Paul Newman, Robert Redford e Al Pacino. Referências geniais para nós homens termos em mente.
Não me venha com essa história que o homem tem que ser feliz, ter bom caráter, fazer o bem, etc. Sim, isso na minha ideia faz parte do que é ser um Man Of The World, mas a publicação só quer mostrar/falar de estilo. OK?

Com isso, além de moda, estilo, relógios e todas essas coisas tão legais, no site da publicação, ainda há um e-comerce em que você pode comprar Rolex vintages, Ferraris, Porsches, objetos de decoração, cinzeiros antigos… enfim, tudo com a curadoria com o que Alan Maleh considera ser objetos de desejo para o Homem do Mundo nos dias de hoje.

Se liga no site dos caras AQUI e no instagram deles que vale muito a pena, ou até mesmo segue eles no twitter.
Além disso, tem um vídeo que AdWeek fez entrevistando Alan que vale a pena ver de perto.

Entrevista AQUI:

Fica de olho!

Imagens: Reprodução

 

Depois de ter anunciado parceria com Kanye West, a marca das três listras anunciou hoje uma parceria que promete agradar a todos. Pharrell Williams é o novo artista a participar do desenvolvimento de produtos com a alemã Adidas. Os detalhes ainda são limitados em relação a produtos, datas e países de lançamento. Qualquer novidade, contaremos aqui no site!


Lose yourself to dance!

Imagens: reprodução
Por: Thiago Gil (instagram: @thiagobg)

 

E falando em sapatos, tem algum tempo que venho prestando atenção nessa marca brasileira de sapatos. Aqui na América do Sul, o Brasil tem pouca fama nesse ramo quando comparado à Argentina e Uruguai, mas ao que parece se depender dessa turma, a coisa começa a mudar… afinal por que nós que fazemos fronteira com esses dois países não podemos fazer bem os nossos também… Não é?

A marca Louie São Paulo tem aparecido cada vez mais, além do produto que parece ser de qualidade muito boa e de suas ações em facebook, instagram e através da comunicação visual no site e no e-comerce, único “ponto de venda” dos caras. Inclusive foi pelo instagram que conheci a marca quando postei uma foto do Brogue que tenho da LeLis, Noir que vocês viram aqui, e alguém comentou na foto perguntando se eu já conhecia a Louie. Boa!!!

Batendo o olho no site da marca, já gostei do posicionamento: “o compromisso da LOUIE é proporcionar conforto e elegância em peças que se destacam pela matéria-prima e acabamento feito à mão por cuidadosos artesãos”. Legal né?

Falei hoje sobre os Brogues da Cole Haan e da Noir, Le Lis e esses daqui me chamaram atenção. Eles têm as linhas casual e social, em que na casual tem os sapatos com cabedal clássico e sola  de borracha, que proporciona mais conforto e tem também os tradicionais sapatos com sola em couro para o dia a dia mais social para quem trabalha em escritório mais formal ou simplesmente curte o estilo, como eu.

Achei o vídeo que mostra a produção artesanal dos caras em Franca de qualidade muito boa e que te deixa com vontade de tocar e experimentar o produto. Clica AQUI para ver o vídeo que vale muito a pena.

Fica ligado nos canais dos cars no facebook, instagram e no site e no e-comerce para mais informações e preços (sim, são bons!), além de dicas muito importantes de como deixar seu sapato sempre bonitinho, limpo e brilhante, afinal não estamos falando de tênis e sim de couro!

 

Nós homens agradecemos o surgimento e crescimento dessas marcas por aqui. Obrigado Louie!

Fotos: Reprodução

Mais um click do boa gente e telentoso Hick Duarte que estava acompanhando a turma de Axe Matte Effect em Nova Iorque… Lembra do que falei aqui, certo?

Pois é, desde a minha última temporada em NYC comecei a me divertir e abrir o leque de sapatos, afinal vocês bem sabem que eu andava pra cima e pra baixa com o bom e velho Vans Old School… de rolês de skate aos bailes da Vogue, sempre conseguia encaixar o clássico tênis da linha branca lateral de forma cool e sem parecer bagunçado. Mas aos poucos a gente vai se divertindo e como disse acima,  abrindo o leque de possibilidades no guarda-roupa masculino.

Comprei meu primeiro sapato Brogue na Cole Haan, que também já falei aqui, e ai a coisa não parou. Na sequência ganhei um dos queridos da Noir, Le Lis que é esse que está na foto. Na Cole Haan comprei alguns cadarços coloridos para me divertir e aproveitei para mudar o original marrom por esse roxo. A combinação de roxo com marrom é bem válida e aqui me diverti mais ainda com meias vermelhas. Os sapatos ainda estão a venda no site da Noir… olha aqui.

Não tenha medo e brinque com essas cores, afinal são poucas as possibilidades do clássico guarda-roupa masculino.

Tudo não passa de diversão, lembre-se sempre disso e não se leve tanto a sério…

Foto: @hickduarte